25 de junho de 2007

25 de Junho - Dia da (In)dependência Nacional

É impressao minha, ou parece que este ano a comemoraçao da fundaçao do Partido FRELIMO, uma das grandes aberraçoes políticas desta África sofrida e subdesenvolvida, é mais importante que a comemoraçao da independência do país?

Talvez se tenham dado conta que andar a enganar o "povo" com anedotas sobre o fim do imperialismo e a independência já nao pega para mascarar toda a incompetência, hipocrisia e corrupçao dos seus dirigentes nestes 32 anos de (in)dependência... e foram direito ao assunto...

Estou a pedir... um pouco de paciência

24 de junho de 2007

Pangane... o paraíso perigoso

Pois... ao fim de mais de 1 ano e meio em Moçambique, lá fui assaltado. Eu, 4 espanholas, 1 argentino e 1 francês, na Praia de Pangane, recentemente considerada uma das 5 Melhores Praias Virgens do Mundo.
Está situada 250 km a Norte de Pemba, em pleno Parque Nacional das Quirimbas, na Província de Cabo Delgado.





Nao me apetece fazer consideraçoes sobre o assalto em si (no meu caso, entre dinheiro e outros valores, foram cerca de 500 EURO), o modo como a polícia (comp)actua, mas fica o alerta para futuros turistas: CUIDADO!!!!!!!!!!!!



Pelo que soubémos, têm sido muito frequentes nesta praia as "limpezas" a estrangeiros...





Vergonha para uma praia... que realmente tem tudo para ser um Paraíso...




Pois, em relaçao a máquinas fotográficas... nem uma sobrou...
Curiosidade foi descobrir que, pelos vistos, há assaltantes cultos por essas bandas, pois parecem nutrir uma admiraçao pelo grande escritor angolano José Luandino Vieira: « «De Rios Velhos e Guerrilheiros - O Livro dos Rios», que eu andava a ler... Pode ser que o encontre à venda num qualquer passeio de Maputo um dia destes...

19 de junho de 2007

Vergonha: Ilha de Moçambique pintada de verde e amarelo

Já bastava ser (seguramente) uma das piores empresas prestadoras de serviços telefónicos móveis do Mundo, ainda tinha que se envergonhar (a si mesma), ainda mais, por atentar contra património da Humanidade... e por conseguinte de todos nós.
Por favor, leiam o post no Ma-shamba sobre este assunto: http://ma-schamba.blogspot.com/2007/06/ha-meses-aqui-deixei-dois-longos-textos.html
A fazer fé no comunicado de imprensa, parece que querem limpar a porcaria que fizeram... No mínimo, faziam isso e ainda contribuíam com um fundo para a recuperaçao do que falta recuperar... No mínimo... digo eu...
No mínimo, insisto, fazíamos boicote a esta empresa-má-prestadora-do-serviço-para-que-foi-criada (e em que é uma grande merda) e mudávamos para a concorrente... que, ao que parece, tem melhor serviço... Mas... enfim, lá estaríamos nós a financiar alguns que até têm participaçao no capital desta, ao mesmo tempo que têm responsabilidades políticas que os obrigam a dizer alguma coisa.. quando atentados destes ocorrem... Confuso? Pois...
Mas, até há assuntos tao ou mais graves que merecem alguma atençao...
Num país em que os anti-retrovirais estao em ruptura de stock, pondo em risco a sustentabilidade (se é que esta é possível) do programa de TARV há pouco iniciado e consequentemente a vida de alguns milhares de pessoas, obviamente nada é de admirar... Com a interrupçao, os doentes criam resistências a esta primeira linha de tratamento (150 USD/ano/utente) para dependerem de uma segunda linha (1500 USD/ano/ano)... Sabendo-se dos poderosos movimentos por parte das grandes farmacêuticas para terminar com a concorrência dos "genéricos" indianos e brasileiros, os custos têm tendência a subir. Ora, sendo a situaçao do HIV/SIDA absolutamente catastrófca em Moçambique, isto quer dizer que a factura vai ser cada vez mais cara... havendo cada vez menos dinheiro para outras áreas e até mesmo dentro da saúde e dos seus vários programas...
E... a única coisa que preocupa o ministro respectivo é o controlo do mercado dos medicamentos (e dos milhoes de dólares dos doadores), sem que o assunto mereça uma linha na imprensa....
Como seria de esperar num país que nao queira apenas fazer de conta que o é...

14 de junho de 2007

Visões do Mar e da Selva

Em mais uma passagem pela Beira, tive oportunidade de ir à inauguraçao da exposição Visões do Mar e da Selva, no Instituto Camões Centro Cultural Português - Pólo na Beira. Pelos olhos dos fotógrafos radicados em Moçambique, Jean-Paul Vermeulen e Steve Stockhall, temos imagens do mundo selvagem terrestre e aquático que nos prendem a respiraçao. Estará patente até ao próximo 7 de Julho.
Obrigado Rui pela organizaçao. Obrigado Jean-Paul e Steven pelas 2 fotos que vou poder apreciar sempre...

Ver o site do Steve em: http://www.naturephotosafari.com/

A propósito, nao deixem de consultar o blog evocativo sobre a comemoraçao dos 100 anos da Cidade da Beira, do Fernando Ferreira Mendes: http://beiraumseculo.blogspot.com/