3 de abril de 2009

5x2

François Ozon é um dos meus realizadores preferidos. Tem o dom de nos dar murros no estômago, com uma certa dose de humor e de ironia, que nos deixa, no final, agradecidos. Retira do actores com quem trabalha todas as suas dores, angústias, mas também toda a energia que nos faz ficar presos nos labirintos que cria, ou que julgamos criar.

Neste filme, há também uma selecção interessante da banda sonora, com várias canções ligeiras italianas, mas onde impera esta de Paolo Conte: ''Sparring Partner''

Fica aqui parte da letra, traduzida para francês:

Cest un macaque sans histoire, dit-elle de lui
Qui lui manque la mémoire, au fond des sombres gants
Mais son regard est de glace,
De temps en temps et tu le verras
Quil sengouffre dans la jungle. Non, ne le rencontre jamais...

Jai regardé au fond du jeu, tout simplement, mais tu sais
Je suis un vieux sparring partner, et je nai jamais
Une tranquillité plus tigrée, plus secrète de celle-ci
Prends le premier bus qui part, tout le reste est déjà poésie...