18 de agosto de 2009

Mbate Pedro: a nova Poesia Moçambicana




Obrigatório descobrir este Poeta e Médico moçambicano: Mbate Pedro.

Como bem-trata a língua portuguesa, num país onde ela parece às vezes já não ter forças para resistir...

Este Poeta, médico de formação (e de profissão, presumo) é mais uma prova de que pelo menos a Poesia em Moçambique não está moribunda...

No fim, sobra sempre a Poesia e a Coragem de alguns Homens.

Repito, a Coragem de alguns Homens.

Depois de lerem este "Minarete de Medos e Outros Poemas", poderão perceber melhor que com este Poeta, de seu nome Mbate Pedro, para os medos que teimam persistir neste país, não há melhor lugar que o "cu dos tiranos enfatados":

no cu dos tiranos enfatados

uns coleccionam
dívidas mágoas ressacas
pernas estropiadas jardins
de osso nas frontes
dores de cotovelo às carradas
armários com dores implumes
toneladas de livros medíocres
ciúmes de uma vírgula ou até
a náusea do vómito

outros coleccionam
meia dúzia de garinas
crisântemos margaridas toupeiras
no ânus baboseiras merdas
medos porradas traições
agressões o sexo a despropósito álgida
a noite de um putedo sem chama

há os que coleccionam a madrugada
entre as pernas arqueadas abrigos
no chão da memória esconderijos
ao relento da alma a ausência
de um beijo melancolias estilhaços
e há também quem coleccione disfarces
no torpor da mentira

amada
quem colecciona o pudor do nu
no cu dos tiranos enfatados?




Uma bela surpresa esta, entre muitas outras neste livro-poema!

Obrigado Moçambique! Obrigado Mbate Pedro!