17 de fevereiro de 2010

Mia Couto: Jesusalém



Andava a precisar de algum descanso mental e emocional em relação a Moçambique... e, por isso, só agora, leio este Jesusalém, do Mia Couto, que tenho guardado há alguns meses.
Penso que até foi o Caim do Saramago que me empurrou para esta leitura... vá-se lá entender porquê!