13 de setembro de 2010

Programa Centro Cultural Brasil-Moçambique



Dia 13 de Setembro - Segunda Feira
Local: Centro Cultural Brasil-Moçambique
 
 
Sergio, um brasileiro no mundo
Horário: 18h00
Duração: 94'
Realizador: Greg Barker
EUA
Ano: 2009
 

Sinopse:
O diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello dedicou a vida a cuidar de  pessoas comuns em áreas de risco. Funcionário das Nações Unidas, acostumou-se a negociar com criminosos de guerra e a sacrificar sua vida pessoal paracuidar de refugiados. Quando estava prestes a ficar ao lado da mulher que amava, veio o convite para ser embaixador das Nações Unidas no Iraque. Convencido de que era o único homem para o cargo, aceitou, sem saber que um atentado terrorista em Agosto de 2003 terminaria por tirar sua vida. Baseado no livro O Homem que Queria Salvar o Mundo, de Samantha Power.

The Brazilian diplomat Sérgio Vieira de Mello dedicated his life to caring for ordinary people in areas of risk. As a United Nations official, he became  ccustomed to negotiating with war criminals and sacrificing his personal life to take care of refugees. When he was about to remain at the side of the wife he loved, an invitation came for him to become the United Nations ambassador in Iraq. Convinced that he was the only man for the job, he accepted, without knowing that a terrorist attack in August 2003 would end up taking his life. Based on the book Chasing the flame: Sergio Vieira de Mello and the fight to save the world, by Samantha Power
.

A Cidade dos Mortos
Horário: 20h00
Duração: 62'
Realizador: Sérgio Tréfaut
Portugal/Espanha/Egipto
Ano: 2009
 
Sinopse:
A Cidade dos Mortos, no Caro, é a maior necrópole do mundo. Vivem nela um milhão de habitantes: nos túmulos ou nos edifícios que cresceram à volta dostúmulos. Podemos encontrar padarias, cafés, mercados, uma escola para as crianças, mecânicos para os automóveis. Tudo dentro do cemitério. A Cidade dos Mortos é gigantesca mas parece uma pequena aldeia. As mães querem casar as filhas, os rapazes continuam a andar atrás das raparigas… Estas coisas nunca mudam. Quer vivamos numa grande cidades, numa aldeia ou num cemitério.

The City of Dead is the biggest necropolis in the world, in Cairo. One million inhabitants live there: in the tomb houses or in the buildings that have grown up around the toms. We can fin bakeries, coffee shops, markets, school for the children, and mechanics for the cars. Everything inside the cemetery. The City of Dead is gigantic but it feels like a small village.
Mothers want to marry their daughters; boys keep chasing the girls… These things never change. It doesn’t matter if you live in a big city, in a village or in a cemetery.