24 de março de 2012

L'Entreprise des Indes, de Erik Orsenna (Éric Arnoult)




Acabo de ler a tradução em castelhano ("El Cartógrafo de Lisboa") deste delicioso relato, contado em primeira pessoa pelo irmão mais novo de Cristóvão Colombo, sobre a preparação naquela Lisboa fervilhante de finais do século XV, dessa que foi a grande viagem rumo ao desconhecido e a um Novo Mundo. Essa que foi, talvez, a primeira tentativa de traçar uma nova rota para as "Índias", através do Atlântico... 


Este livro é, sobretudo, uma excelente lição sobre a importância do Conhecimento e do Saber. 


"... para incrementar la inteligencia de los hombres, lo mismo vale un libro que un barco, y leer lo mismo que viajar..."